O que são cáries?

O que são cáries?


A cárie é uma deterioração do dente, ou seja, uma lesão nos tecidos dentais. Começa geralmente com um pequeno orifício, causado por bactérias que geram decomposição e até mesmo a perda dos dentes se não for tratada a tempo.

Higiene incorreta ou falha, hereditariedade e hábitos alimentares são fatores importantíssimos quando o assunto são as cáries. As bactérias produzem ácidos (especialmente o ácido lático) e eles se unem aos restos de comida e enfraquecem a proteção dos dentes, gerando lesões. Quando não tratada em tempo hábil, a cárie se torna profunda, causando bastante dor e desencadeando outros problemas como a sensibilidade ao ingerir líquidos.

Sintomas

A cárie é um dos problemas mais comuns do mundo. Embora seja um problema muito mais comum em crianças, os adultos também estão sujeitos a ela. Os principais sintomas são dor, inflamação, aumento da sensibilidade e mau hálito. Os adultos estão especialmente sujeitos a apresentar cárie quando sofrem de xerostomia (boca seca), uma doença causada pela falta de saliva. Apenas um dentista pode te dizer se você tem cárie e qual o grau de profundidade dela.

Em alguns casos, as cáries não manifestam nenhum desses sintomas, sua presença é silenciosa. Por este motivo, uma avaliação com o dentista é tão importante, pois através instrumentos, aparelhos próprios e radiografias, o dentista consegue detectá-la nos estágios iniciais, evitando assim seu desenvolvimento (crescimento). O tratamento de canal acontece, na maioria das vezes, devido ao desenvolvimento de uma cárie.

Existem vários tipos de cáries, confira um pouco sobre cada uma delas:

– Cárie coronária: a cárie coronária se localiza nas superfícies de mastigação ou entre os dentes. É o tipo mais comum de cárie e pode ocorrer tanto em crianças como em adultos.

– Cárie radicular: causada à medida que envelhecemos este tipo acontece somente em adultos e idosos;

– Cárie recorrente: a deterioração pode ocorrer em volta das restaurações e coroas existentes. Isto porque estas áreas tendem a acumular placa, que acabam levando à deterioração mais fácil dos dentes.

Tratamento

Todo mundo que tem dentes possui riscos de desenvolver estes “probleminhas” e claro, o aparecimento destas cáries vai depender muito do estilo e condição de vida que você adota.

A cárie se for detectada logo no início é removida e no lugar onde ela estava é colocado um material para preencher a cavidade (buraco). O tipo de material vai depender da localização desta cavidade, da sua importância estética na boca e do seu tamanho. Em um estágio mais avançado, a cárie pode atingir a parte mais profunda do dente, conhecido como polpa (nervo), tecido responsável pela sensibilidade. Esse nervo quando atingido, precisa ser removido, pois a bactéria causadora dessa doença contamina esse tecido causando intensa dor ou destruição na parte do osso que segura o dente, sendo necessária sua remoção (tratamento de canal).

A boa notícia é que para evitar as tão temidas cáries, existe fórmula mágica: a prevenção!

– Higiene: Tudo começa com a higiene adequada, escolha uma boa escova e adote o hábito de escovar sempre ao acordar, depois de comer e antes de dormir. A língua também deve ter atenção, escove no mínimo uma vez ao dia e claro, use fio dental;

– Acompanhamento: desde crianças quando nascem os nossos primeiros dentes, devemos ter o acompanhamento de um dentista. E esse acompanhamento regular deve permanecer durante toda a vida, para prevenir não só as cáries mas garantir uma boca saudável, qualidade de vida e um sorriso bonito;

– Alimentação: adote uma dieta balanceada, além de fazer muito bem ao seu corpo, também faz bem à saúde da sua boca.

Nós dentistas sempre recomendamos avaliação e acompanhamento de 6 em 6 meses, e isso não é atoa, pois, uma pessoa pode não estar ciente que há formação de cáries em seus dentes e uma visita constante ao dentista com exames e limpezas regulares pode te ajudar a diagnosticar as cáries bem no começo da decomposição. Os tratamentos evitam maiores complicações e podem salvar o dente. O tratamento precoce é menos doloroso e mais barato do que o tratamento de uma cárie avançada. Então, mais uma vez, prevenir é melhor do que remediar, concorda?
Quer tirar mais dúvidas e saber como está a sua saúde bucal? Ligue e agende sua consulta.

 

Share:

Deixe uma resposta